Skip to content
Blog
11 Dez 2020   Atualizado em 14 Abril 2021

Videoconferência para pessoas com dificuldades auditivas e surdas

video conferencing
Topics
Acessibilidade digital

De acordo com o The Economist, em 2035, poderá existir mais de 1 bilião de trabalhadores em teletrabalho. O COVID-19 acelerou a tendência do teletrabalho, o que torna o tema da Acessibilidade Digital ainda mais premente. As empresas precisam de garantir que os trabalhadores com deficiências auditivas não encontrem ainda mais barreiras com a implementação do teletrabalho.

Quando organizar uma reunião de equipa, tenha em atenção os elementos que podem tornar esse evento acessível.

Antes da reunião: disponibilize os slides e a ordem de trabalhos.

Disponibilizar com antecedência os slides e os tópicos de discussão de uma reunião, é uma ótima dica de produtividade, mas é ainda mais relevante quando se trata de utilizadores com deficiências auditivas. Conhecer o contexto, facilita a compreensão das palavras.

Isto beneficia todos os participantes da reunião, incluindo aqueles que estão a trabalhar a partir de casa, com crianças ou num ambiente ruidoso.

Durante a reunião: utilize um software de videoconferência que tenha opções de acessibilidade.

Aprenda mais acerca das funcionalidades de acessibilidade digital da sua ferramenta de videoconferência:

Ative as legendas em tempo real e melhore a experiência de conversação

A maior parte dos softwares de videoconferência mais utilizados, disponibilizam uma opção de legendas em tempo real, no entanto, esta só está disponível em inglês e não providencia uma elevada exatidão.

Para ajudar nesse aspeto, garanta que o orador tenha a câmara ligada para a possibilidade de leitura labial ou que tenha um slide aberto com os tópicos que estão a ser discutidos.

Aproveite os recursos do chat de perguntas e respostas, e verifique se os participantes estão a acompanhar a reunião.

Utilize dispositivos adequados – a qualidade do áudio é importante!

A qualidade do áudio tem um impacto direto na compreensão da reunião em direto e também na possibilidade de transcrição da gravação.

Peça a todos os participantes para utilizarem dispositivos adequados, como colunas e microfones, para garantir que o áudio é percetível:

Gravar e transcrever a reunião

Até mesmo para utilizadores sem deficiências auditivas, a quantidade de informação partilhada numa videoconferência pode ser demasiado. Habitue-se a gravar as suas videoconferências, para prevenir a perda de informação importante das suas reuniões.

Com os seus ficheiros de vídeo disponíveis, pode facilmente adicionar legendas e gerar transcrições que acompanhem os participantes e, garantir, que mesmo aqueles com deficiências auditivas, tenham acesso à informação e a possam recuperar se necessário.

Adicionar legendas à gravação irá corrigir possíveis más interpretações, que as legendas em tempo real (que são imprecisas) possam ter originado.

Dicas adicionais

  • Reuniões com intérpretes de linguagem gestual. Se está a planear uma reunião ou um evento virtual com intérpretes de linguagem gestual, há recomendações adicionais para os intérpretes e configurações de áudio.
  • Mantenha o grupo pequeno e evite misturar grupos que estão no mesmo local com os que estão a participar remotamente.
  • Peça a todos os participantes para além do orador, que silenciem os microfones, para que não se distraiam.
  • Por último – peça feedback! A melhor maneira de garantir que estas medidas são eficazes em promover uma reunião inclusiva, é perguntar àqueles com deficiências, para avaliar o que funcionou e o que não funcionou. A Acessibilidade Digital é um processo em evolução que requer participação!
Nossos serviços permitem criar textos e legendas a partir de áudio ou vídeo.

* Carregue um arquivo de áudio ou vídeo
* Conversão automática ou manual para texto
* Edite e exporte texto ou legendas